sábado, 14 de janeiro de 2012

The Ziegfeld Follies/The Great Ziegfeld

Em 1869 foi inaugurado o Trévise Folies em Paris, França. Ali podia-se assistir a operetas, ópera cômica, e canções populares. Em 1872, o Trévise mudou de nome, passando a ser chamado de Folies Bergère, em homenagem a uma rua próxima, a Rue Bergère ("Pastora", em francês). E em 1882, o pintor Édouard Manet (1832/1883) pintou A Bar at the Folies-Bergère (abaixo):




Em 1886, Édouard Marchand concebeu uma nova forma de espetáculo, envolvendo cantores, comédia, mulheres nuas e grandes musicais. Essa passaria a ser a característica marcante do Folies Bergère. Ele dirigiu os espetáculos até 1902.





Em 1902, Florenz Ziegfeld Jr. tinha 35 anos. Nascido em Chicago, em 21 de março de 1867, era filho de um alemão (Florenz Ziegfeld Sr.) e uma belga (Rosalie). Seu pai dirigiu o Chicago Musical College e depois abriu a boate Trocadero


Em 1896, Florenz Ziegfeld viaja para a Europa, e conhece Anna Held (1872/1918, abaixo) e a convence a vir com ele para os Estados Unidos.






Anna Held era uma judia polonesa (a Polônia fazia parte do Império Russo), e sua família fugiu de perseguições. Em Paris, fabricavam luvas, e Anna cantava e mostrava as pernas. Sua ida para os Estados Unidos, com Ziegfeld, foi por si só, um sucesso de comentários (maldosos e entusiásticos). E foi Anna que sugeriu que Ziegfeld fizesse, nos Estados Unidos, um espetáculo nos moldes do Folies Bergère...




Assim, nasceu o Ziegfeld Follies, em 1907. Ele terminaria apenas em 1931. E nesses 24 anos apresentou inúmeras mulheres bonitas ao mundo, além de espetáculos fantásticos. No vídeo abaixo, algumas delas:


video


Alguns dos nomes famosos que passaram pelo Ziegfeld Follies:


W. C. Fields (1880/1946)

Eddie Cantor (1892/1964)

Josephine Baker (1906/1975)


Will Rogers (1879/1935)


Ruth Etting (1897/1978)


Ray Bolger (1904/1987)


O Filme

Em 1936 foi feito o filme The Great Ziegfeld (1936), com William Powel (1892/1984) no papel de Florenz Ziegfeld, Myrna Loy (1905/1993) no papel de Billie Burke, segunda esposa de Flo (seu apelido) e Luise Rainer (1910/) como Anna Held.

video

A Direção coube a Robert Z. Leonard (1889/1968), e o filme ganhou Oscar de Melhor Filme, em 1936.


Nenhum comentário:

Postar um comentário