terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Douglas Fairbancks & Mary Pickford

video

Douglas Fairbancks nasceu em 1883 e seu nome era Elton Douglas Thomas Ullman. Desde cedo, dedicou-se ao teatro. Em 1900 foi morar em New York e estreou na Broadway em 1902.
Em 1907, casou-se com Anna Beth Sully, filha de um rico industrial. Tiveram um filho: Douglas Fairbanks Elton (1909/2000), que também viria a ser ator. Em 1915, mudaram-se para a Califórnia.
Ainda em 1915, Douglas começou a trabalhar sob a direção de D.W. Griffith (veja os posts anteriores), estreando no filme "O Cordeiro".
Em 1916, ele fundou sua própria Companhia, a Douglas Fairbanks Film Corporation e logo foi trabalhar na Paramount. Nesse mesmo ano, ele conheceu a atriz Mary Pickford...

Mary Pickford nasceu em 1892, no Canadá. Seu nome verdadeiro era Gladys Louise Smith e desde cedo, começou a trabalhar em teatro.
Por volta de 1900, ela trabalhava com sua mãe e seus dois irmãos, todos atores. Foram anos difíceis, até que ela conseguisse um papel de destaque na Broadway, em 1907. A peça era "Os Viveiros da Virgínia". Com ela, trabalhou Cecil B. DeMille, que viria a ser um famoso diretor...
Em 1909, Mary conheceu D. W. Griffith e logo começou a fazer filmes: 51 no primeiro ano, ganhando 10 dólares por dia (a maioria dos atores ganhava 5 dólares). Em 1910, foram para Los Angeles, Califórnia, filmar em dias mais ensolarados e menos chuvosos...
Em 1911, ela foi para a IMP (Independent Movies Pictures Company) que, em 1912, foi incorporada pela Universal Pictures. Nesse mesmo ano, Mary apresentou suas amigas, as irmãs Lilian e Dorothy Gish para D. W. Griffith (elas seriam as estrelas de "O Nascimento de Uma Nação" e "Intolerância").
Ainda em 1911, Mary Pickford casou-se com o ator irlandês Owen Moore (1886/1939). Esse casamento duraria até 1920.
Depois, ela começou a fazer inúmeros filmes: "Bishop's Carriage" e "Caprice" (1913), "Hearts Adrift" e "Tess of the Storm Country"(1914). Esses dois últimos lançaram seu nome às alturas, e ela passou a ser considerada uma atriz, tendo inclusive o nome em destaque...Nessa época, Mary Pickford era a mulher mais famosa e conhecida do mundo...Foi quando ela conheceu Douglas Fairbancks...

Nessa época, o casamento dela com Owen Moore ia de mal a pior, com crises de violência e alcoolismo (dele) e um possível aborto (dela). Douglas iniciou o processo de divórcio de sua esposa em 1918 e concluiu em 1919. Mary se divorciou em 1920. Em seguida, os dois se casaram.



Em 1919, D.W. Griffith, Mary Pickford, Charles Chaplin e Douglas Fairbancks criaram a United Artists, para evitar ser controlados pelos grandes estúdios e garantir sua independência. Na foto acima, os quatro assinando os documentos dessa criação...

O "Herói de Todos" e a "Namoradinha da América" viveram felizes de 1920 a 1936. Compraram uma mansão em Beverly Hills, que ficou conhecida como Pickfair. Nesse período, ambos fizeram diversos filmes:

Douglas: "A Marca do Zorro" (1920), "Os Três Mosqueteiros" (1921), "Robin Hood" (1922), "O Ladrão de Bagdá" (1924), "O Pirata Negro" (1926, primeiro filme em Technicolor), "O Gaúcho" (1927), "A Máscara de Ferro" (1929, seu último filme mudo) e outros...

Mary: "Pollyanna" (1920), "Little Lord Fauntleroy" (1921), "Rosita" (1923), "Sparrows" (1926), "My Best Girl" (1927), "Coquette" (1929) e outros. Nesse último, ela cortou os longos cabelos e chocou os EUA com sua transformação. Ainda assim, ganhou o Oscar de Melhor Atriz.

Em 1929, ainda, o casal decidiu fazer um filme falado (muitos artistas do cinema mudo estavam perdendo seus empregos no cinema falado). O escolhido foi o clássico "A Megera Domada", de William Shakespeare. Douglas no papel de Petrucchio e Mary no papel de Catarina. Infelizmente, foi um fracasso de bilheteria...Acima, uma cena do filme, dublado em espanhol...

Em 1933, Douglas Fairbancks começou um romance com Sylvia Ashley, uma socialite estadunidense. Em 1936, os dois se separaram, e Douglas casou com Sylvia. Ela seria a terceira esposa dele e ele seria o segundo dela, que mais tarde ainda casaria mais 4 vezes, uma delas com também ator Clark Gable.

Em 1937, Mary casou-se com o ator e músico Charles Rogers, com quem viveria até a sua morte.

Douglas Fairbancks morreu em 1939, de um ataque cardíaco fulminante, e Mary Pickford morreu de um derrame, em 1979...

Nenhum comentário:

Postar um comentário