terça-feira, 8 de março de 2011

Clark Gable - Década de 30

No post William, Frank e Marie, vimos um pouco da infância do ator Clark Gable, até ele estrear no cinema, no filme White Man (1924). Agora, vamos saber um pouco mais dele, de 1924 (quando ele tinha 23 anos), até a sua morte, em 1960...

Entre 1924 (sua estréia) até 1930, ele trabalhou em 13 filmes, todos como extra. Destaque para The Merry Widow (1925) e The Johnstown Flood (1926, com Janet Gaynor);


A partir de 1930, ele começaria a aparecer como protagonista. Nesse mesmo ano, separou-se de Josephine Dillon, sua primeira esposa. 


Em 1931, ele apareceu em seu primeiro filme sonoro: The Painted Desert (abaixo). Nesse mesmo ano, ele se casou com a socialite texana Ria Langham Franklin Prentiss Lucas. Esse casamento duraria até 1939.




Somente em 1931, ele estrelou 12 filmes, sendo destaques: Dance, Fools, Dance, Laughing SinnersPossessed (os três com Joan Crawford), The Secret Six (com Jean Harlow e Wallace Beery), A Free Soul (com Norma Shearer e Lionel Barrymore), Susan Lenox - Her Fall and Rise (com Greta Garbo). Crawford, Harlow e Garbo...definitivamente, Gable estava em evidência, em 1931...Abaixo, Gable e Garbo, em Susan Lenox:




Em 1932, ele reduziu sua filmografia, fazendo apenas quatro filmes: Polly of the Circus (com Marion Davies), Red Dust (direção de Victor Fleming, com Jean Harlow e Mary Astor), Strange Interlude (com Norma Shearer) e No Man of Her Own (com Carole Lombard). Abaixo, Gable e Harlow, em Red Dust:




Em 1933, mais quatro filmes: The White Sister (direção de Victor Fleming), Hold Your Man (com Jean Harlow), Night Flight (com John e Lionel Barrymore, e Mirna Loy) e Dancing Lady (seu quarto filme com Joan Crawford). Abaixo, Gable e Crawford em Dancing Lady:




Nessa época, Clark se tornou a maior estrela masculina da MGM, e suas parcerias com Crawford e Harlow incendiavam as telas. Em 1934, ele fez mais cinco filmes: It Happened One Night (direção de Frank Capra, com Claudette Colbert), Men in WhiteManhattan Melodrama (ambos com Mirna Loy), ChainedForsaking All Others (ambos com Joan Crawford). Gable e Colbert receberam Oscar por suas atuações em It Happened One Night (Aconteceu Naquela Noite, abaixo):




Em 1935, ele estrelou quatro filmes: After Office HoursThe Call of the WildChina Seas  (seu quarto filme com Jean Harlow) e Mutiny on the Bounty, um de seus filmes mais famosos (abaixo, com a atriz Mamo Clark):




Em 1936, mais quatro filmes: Wife vs. Secretary (quinto filme com Jean Harlow e quarto com Mirna Loy), San Francisco (com Spencer Tracy), Cain and Mabel (com Marion Davies) e Love on the Run (sétimo filme com Joan Crawford). Abaixo, cartaz do filme Wife vs. Secretary:


O ano de 1937 não foi auspicioso para Gable. Primeiro, fez Parnell, com Mirna Loy, considerado seu pior filme. E em seguida, fez Saratoga com Jean Harlow. Mas ela morreu durante as filmagens, e ele disse ter tido a sensação de "contracenar com um fantasma". Triste ano...Abaixo, Gable e Harlow:




Em 1938 Gable estrelou Test Pilot (direção de Victor Fleming, com Mirna Loy, Spencer Tracy e Lionel Barrymore) e Too Hot to Handle (com Mirna Loy). Abaixo, Gable, Mirna e Spencer em Test Pilot:






Em 1939 ele estrelou Idiot's Delight (com Norma Shearer) e Gone with the Wind (...E O Vento Levou).


Esse foi o mais famoso filme não só de Clark Gable, mas da História do Cinema. Com Direção de Victor Fleming (quarta vez dirigindo Clark) e com Vivien Leigh, Leslie Howard, Olivia de Havilland e Hattie McDaniel, esse filme tem 224 minutos de duração quase 3 bilhões de dólares (valores reajustados para 2010), sendo premiado com 10 Oscar (Clark foi indicado a Melhor Ator, mas não ganhou). 


Abaixo, uma cena do filme, em que Rhett Butler (Clark) paga para dançar com Scarlett O'Hara (Vivien). O escândalo da cena é que ela estava na condição de viúva, e não poderia dançar. Mas ela nem se preocupa com isso e dança assim mesmo...


video


O filme narra a Guerra Civil Americana, onde o Norte lutou contra o Sul. E, em meio a essa Guerra, nasce o amor entre duas pessoas totalmente diferentes: Rhett Butler e Scarlett O'Hara. Abaixo, uma cena de beijo entre os dois:


video


Em 1939, Clark Gable se divorciou de Ria Franklin e se casou com Carole Lombard, sua colega de trabalho no filme No Man of Her Own (1932). Definitivamente, essa foi a década de Clark Gable...

Nenhum comentário:

Postar um comentário